BLOG

Tudo o que é necessário saber sobre a palete europeia

palete europeia é um tipo de palete estandardizada que nasce da necessidade de chegar a critérios comuns no uso desta ferramenta de armazenagem nas fábricas europeias. Tornou-se numa peça imprescindível na logística industrial.

Quais as medidas comuns de uma palete europeia?

 

As paletes europeias têm medidas estandardizadas, com uma ocupação de pavimento de 0,96m2, ou seja, de 1,20m por 0,80m. Com um peso de aproximadamente 25kg e uma base que eleva o apoio em 144mm, deve suportar uma carga nominal de 1.500kg, sendo que poderá suportar uma carga adicional máxima de 4.000kg, ao empilhar. Como referência, fica a noção de que um trailer regular para camião internacional pode transportar 33 paletes europeias, sendo que alguns já conseguem colocar a 34ª.

 

palete europeia

 

Quais as características desta palete?

A palete europeia é habitualmente fabricada em madeira algum derivado seu, ainda que existam também em metal ou plástico, sendo fundamentalmente utilizada na Europa para armazenamento e transporte, sendo perfeitamente adaptável a diferentes meios de transporte. A sua largura, inferior às de outras paletes estandardizadas, facilita o seu manuseamento por entre vãos e espaços mais estreitos. É muito útil, também por isto, senão indispensável, em qualquer armazém.

A palete europeia é rotulada para uma identificação inequívoca. Para além de um número de licença, apresenta um selo EPAL (European Pallet Association, que regula os produtores e reparadores de paletes, entre outras funções), e uma certificação IPPC, cada vez mais importante na realidade atual.

 

Quais as vantagens na utilização de uma palete europeia?

A utilização de uma palete europeia permite benefícios múltiplos no transporte de mercadorias. Cumprindo com as recomendações técnicas de especialistas, permite um manuseamento fiável, e consequentemente das mercadorias também. A sua forma está pensada para que qualquer pessoa, mesmo com tecnologias mais ou menos rudimentares, consiga manuseá-la com facilidade.

 

A lógica da estandardização, que se estende para a própria logística, torna-a num elemento de um sistema mais amplo, onde a acumulação de paletes, com ou sem mercadoria (sobreponível), se torna algo prático e simples.

 

O transporte também se torna mais fácil, em camiões ou cargas marítimas, tal como nos próprios armazéns. Novamente, a logística empresarial está adaptada à palete europeia. Para dar dois exemplos: este formato permite seu o armazenamento automático, e, devido ao seu fabrico em cadeia, é económica.

 

Tipos de paletes de acordo com a sua idade

 

As paletes novas de uso único e fundo perdido são utilizadas para uma tarefa concreta e limitada. As paletes em segunda mão são devolvidas ao expedidor, ficando a realizar diferentes funções no armazém. Temos ainda paletes recicladas, que são aquelas que sofreram danos mas que foram restauradas para utilização complementar ou nova numa empresa. É usual, no entanto, a reutilização de paletes, devido à sua durabilidade e resistência.

 

Definitivamente, robustez, solidez e eficácia são características da palete europeia, uma ferramenta de trabalho fundamental nas trocas mundiais.

Bem-vind@

Bem-vindo ao blog de Moldtrans Group, você vai encontrar as últimas novidades.
Cadastre-se e siga-nos via RSS ou por e-mail. Feliz por ter você por perto!

Tweets Recentes
Siga-nos no Facebook