BLOG

Como se prevê o futuro das alfândegas?

O futuro das alfândegas estará marcado pela digitalização da indústria e pelo desenvolvimento da tecnologia de manipulação de produtos. Há algum tempo que o setor se tem adaptando à realidade VUCA —volátil, incerto, complexo, ambíguo—, um processo que a pandemia de Covid-19 acelerou.

 

Logística aduaneiro: objetivos de futuro

As mudanças na engenharia envolvida no desenvolvimento de processos aduaneiros alterarão o setor, pelo que o transporte internacional será influenciado pelos câmbios na logística aduaneira, com processos mais eficientes e ágeis, mais conectados com máquinas. O uso massivo de tecnologia digital, o alcance de uma gestão aduaneira autónoma e a simplificação de processos, representam os principais objetivos para o futuro.

Como a digitalização afetará as alfândegas?

 

alfândegas
Uma das primeiras alterações provocadas pela digitalização será a progressiva redução de intervenção humana. Com as novas máquinas, os operários não terão de manipular tanto os produtos como agora, resultando em diminuição dos riscos para a saúde e dos danos em mercadorias.

Por entre as tecnologias que poderão destacar-se, está o equipamento de raios X e scanners especializados para a inspeção de embalagens, ambos cada vez mais rápidos, resultando numa diminuição geral no tempo das operações comerciais.

 

Vantagens da tecnologia na logística

    1. Rapidez. Os programas informáticos são mais rápidos e eficazes do que as pessoas no controlo de produtos aquando da sua entrada ou saída de um país.

 

  1. Importância. O crescimento do comércio internacional graças à explosão do ecommerce dará mais importância à logística aduaneira. Será uma grande ocasião para chamar a atenção sobre os processos automatizados e à importância do setor.
  2. Redistribuição do trabalho humano. As máquinas ficarão responsáveis por funções mais aborrecidas, ficando o papel do profissional mais focado no controlo e planeamento de processos.Questões por resolver
    Para alcançar uma digitalização plenamente integrada na logística será necessário ultrapassar alguns obstáculos. Em primeiro lugar, existem questões legais no comércio online que precisam de ser revistas, como por exemplo a ausência de padrões de qualidade em certos países que confrontam com a possibilidade de homogeneização de um protocolo, ou de um produto.

 

Em segundo lugar, o próprio objetivo da tecnologia. O software desenhado tem de ser tão perfeito que não cause erros, não colocando em risco a cadeia de abastecimento. A pergunta é também: almejar a perfeição e planear de acordo com isso é razoável?

O setor terá ainda de estar muito atento às novas normas sanitárias. Só assim se controlará a propagação de micro-organismos, como o SARS-COV-2, responsável pela doença COVID-19.

Bem-vind@

Bem-vindo ao blog de Moldtrans Group, você vai encontrar as últimas novidades.
Cadastre-se e siga-nos via RSS ou por e-mail. Feliz por ter você por perto!

Tweets Recentes
Siga-nos no Facebook