BLOG

3 Truques para Gerir os Custos dos Fretes no Transporte de Mercadorias

O transporte marítimo de mercadorias, não raramente, representa uma das fatias que mais engorda a conta final. Torna-se, assim, urgente bem gerir os custos de fretes para as empresas que lidem com exportações, ou importações e transporte nacional a seu cargo. Adotando-se corretas estratégias, é possível poupar quantias significativas de custos. Neste sentido, indicaremos três ações que podem reduzir o impacto da logística na contabilidade.
 

Transporte de Mercadorias

1.     Programação de entrega coincidente com opções de envio menos custosas

 

Estabelecendo-se uma data de entrega com antecedência suficiente permite tomar opções mais económicas, por exemplo: é possível prescindir de um transporte aéreo em favor de um marítimo. Isto mantém os custos de transporte razoáveis, mesmo nos dias de hoje. A possibilidade de planear antecipadamente o momento de transporte proporciona maior poder negocial para o comprador, que tem direito a escolher, mediante os seus interesses, gerindo valores de frete.

 

2.     Escolher fornecedores estrangeiros cuidadosamente

 

As condições estabelecidas pelo Incoterm Ex-Works (EXW) representam uma charneira inevitável nos envios internacionais de mercadoria. Este termo refere-se ao preço através do qual um vendedor, fornecedor ou fabricante, disponibiliza os bens ao comprador, por entre outros custos associados. Estes custos poderão aumentar se o transporte estiver sujeito a taxas, como alfandegárias.

Entender o termo EXW e as suas condições pode ser uma dor de cabeça para agentes de transporte inexperientes. Anos de prática, com diversos desenvolvimentos de soluções práticas na cadeia de abastecimento, são, portanto, um fator que não deve ser menosprezado. Daremos um exemplo: um orçamento de transporte mais baixo não significa que os custos totais serão menores.  Existem custos e situações – umas perfeitamente previsíveis, outras nem tanto – que podem transformar esse orçamento inicial num custo final acentuado. Trabalhar com uma empresa logística experiente e que lide com diferentes operações de transporte em diversos contextos, reduzirá a zero as surpresas desagradáveis que podem surgir com um processo de transporte internacional, sendo que um agente logístico bem conectado tem acesso a toda a informação necessária a alguém que queira desenvolver o seu negócio ou pretenda avaliar o seu potencial de expansão.

 

3.     Reduzir a pegada do produto

 

Uma embalagem eficiente pode reduzir a quantidade de espaço e de peso que ocupa um produto no seu meio de transporte. Para uma empresa de transporte, o espaço e o peso (sendo que o fator mais acentuado de uma mercadoria será o contabilizado) representam os aspetos mais preciosos. Quando se reduz a embalagem aos elementos mínimos indispensáveis, a mercadoria ocupa menos espaço, rentabilizando-se, assim, o transporte através da sua reduzida ocupação. A conceção inteligente do embalamento de um produto não só torna o transporte do próprio elemento mais barato, como, em quantidades significativas, proporciona reduções no tempo de trânsito já que poderá não dar origem à necessidade de contratar um outro transporte, podendo seguir tudo simultaneamente. As mais-valias não terminam aqui: menos embalagem, considerando um material reciclável ou biodegradável, é favorável ao meio ambiente. Os custos descem e as consequências ambientais também.

 

Em jeito de conclusão e seguindo o que já acima foi sugerido, não podemos deixar de frisar a importância de poder contar com um operador logístico integral de confiança. Poder delegar estas operações de forma tranquila deixará mais tempo e serenidade para tratar do seu

Bem-vind@

Bem-vindo ao blog de Moldtrans Group, você vai encontrar as últimas novidades.
Cadastre-se e siga-nos via RSS ou por e-mail. Feliz por ter você por perto!

Tweets Recentes
Siga-nos no Facebook