BLOG

O que é o Pierpass e porque é ele importante no transporte marítimo com os Estados Unidos da América?

Os Estados Unidos da América é um país com significativa extensão costeira; várias das suas mais importantes cidades dispõem de um Porto. Através deste elemento, existe um fluxo constante de mercadorias provenientes de vários países. Torna-se assim importante o bom controlo do tráfego nesses portos. Pierpass é uma empresa cujo objetivo é o de mitigar a congestão em tais zonas de entrada portuária.

 

O que é o Pierpass?

 

pierpass

O nascimento desta empresa sem fins lucrativos teve lugar quando no país americano os seus dois maiores portos se tornaram em empecilhos a um rápido crescimento.
Diariamente, contentores chegavam a Los Angeles e a Long Beach originando alguns problemas devido ao fluxo intenso. No seguimento deste difícil controlo, surgiu a vontade em definir uma estratégia que pudesse gerir, resolver e/ou evitar estes problemas.

 

Os operadores de terminais marítimos decidiram criar esta empresa para que se trabalhasse nestas atividades de forma mais direta, nomeadamente na segurança, na descongestão do tráfegob, na vigilância e na qualidade do ar.

 

Como funciona?

Mediante um programa denominado PierPass OffPeak, a partir do ano 2005 arrancou o serviço, estabelecendo turnos adicionais de trabalho em todos os terminais que acolhem contentores de transporte internacionais nos portos mencionados. Foi importante tomar esta atitude já que anteriormente 90% de mercadoria se movia durante o primeiro turno de operações, entre as 08:00 e as 17:00.

 

Devido à quantidade de massa comercial gerada nesse período, foi imposta uma tarifa de mitigação de tráfego (TMF) sobre a carga que partia de tais portos, de segunda a sexta-feira. Estas taxas serviram para suportar os custos dos operários que deveriam trabalhar fora dos seus horários laborais. O resto serviria para custos administrativos e gerais, e para atividades na implementação do programa.

 

Utilidade deste serviço

Com esta medida e com o estabelecimento de horários mais bem organizados com o fim de evitar congestões, conseguiu-se uma distribuição de movimentos mais homogénea. Mais concretamente, a grande vantagem foi a de mover contentores de uma maneira mais eficiente, sem que se produzam atrasos e tempos de espera.

 

Assim, os benefícios para o transporte marítimo têm que ver com uma agilidade geral nos processos necessários, facilitando os procedimentos e tornando-os também mais económicos.

 

 

Note-se, ainda, que operações com contentores vazios, ferroviários, intermodais ou de transbordo, estão excluídos de pagar a TMF em cargas nacionais.

Bem-vind@

Bem-vindo ao blog de Moldtrans Group, você vai encontrar as últimas novidades.
Cadastre-se e siga-nos via RSS ou por e-mail. Feliz por ter você por perto!

Tweets Recentes
Siga-nos no Facebook