BLOG

As Multas por Cancelamentos Tardios no Transporte Internacional de Mercadorias

O transporte internacional de mercadorias começa a acusar outro tipo de custos. Algumas companhias de navegação, com o objetivo de baixar cancelamentos, começaram a aplicar multas. Os alvos destas são principalmente os carregadores que, à última hora, deixam de carregar contentores.

 

 A empresa Maersk começou a aplicar esta política em abril, multando por cancelamentos de última hora para envios para o oriente, fora da Europa. Em maio, a empresa CMA CGM fez o mesmo com os carregadores que não entregaram mercadorias em rotas reservadas. Ambas as companhias aparentam sofrer com problemas de espaço, especialmente em operações de envio para a Europa de Leste. A consequência grave destes atrasos é o de impedimento de envio de mercadoria de outros clientes.

 

Transporte Internacional de Mercadorias

 

Quais as consequências das multas por cancelamento de transporte marítimo?

Ainda que tal medida possa resultar como um movimento acertado para as empresas marítimas, não é assim para os agentes de carga. Os transitários podem ver-se na situação de não disposição de controlo dos envios dos clientes. As tarifas praticadas pelas empresas de navegação podem pressupor um desafio importante para os agentes de carga.

 

Os transitários nem sempre controlam a carga que estão a carregar; do mesmo modo, tão pouco têm capacidade de reação perante avisos de cancelamento feitos no limite. Consequentemente, as empresas de transitários estão já a planear políticas que as possam defender de desfalques significativos decorrentes de cancelamentos.

 

Ainda assim, é evidente que as companhias de navegação estão a testar a eficiência de tais multas. Cerca de um quarto de reservas não são carregadas por cancelamentos de última hora. Tal cenário, a manter-se, indica a utilização deste sistema a longo prazo.

 

Estes cancelamentos pressupõem custos insuportáveis para as empresas de navegação. Para amortecer tais efeitos, foram propostas tarifas baixas com o objetivo de ocupar espaços cancelados. A multa por cancelamento tardio veio para ficar. Com menos companhias que antes para escolher, estas cotas de penalização correm o risco de manter-se.

 

Os cancelamentos: um problema para todos

Os cancelamentos de última hora originaram 23 mil milhões de dólares em perdas para as companhias de navegação. Com esta informação, elaborou-se novos contratos para operadores e fretadores, tentando fazer frente à procura no transporte marítimo.

 

Os transportadores marítimos demoraram muitos anos a implementar uma tarifa de penalização deste tipo. Com a colaboração dos agentes de carga, espera-se a não necessidade de aplicação de medidas menos ortodoxas, apostando num investimento em prol da redução da não apresentação de contentores.

 

As tarifas por cancelamento são apenas o princípio. Se todas as partes colaborarem, será possível reduzir estas consequências. Se não for assim, o transporte internacional de mercadorias terá de sofrer uma remodelação administrativa mais drástica.

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bem-vind@

Bem-vindo ao blog de Moldtrans Group, você vai encontrar as últimas novidades.
Cadastre-se e siga-nos via RSS ou por e-mail. Feliz por ter você por perto!

Tweets Recentes
Siga-nos no Facebook